istock-614873636

Cervejas são as bebidas mais consumidas durante o Réveillon

Publicado por

Publicado a 11 de janeiro de 2017


A E.life analisou 48.049 imagens publicadas pelo Instagram entre às 23h00 do dia 31/12/2016 e a 01h00 do dia 01/01/2017 buscando por logotipos de empresas de bebidas em fotos da rede e descobriu que cerveja é a bebida mais consumida na virada, com números maiores do que espumantes.

Por meio de uma busca de hashtags relacionadas à passagem do ano (#virada2017, felizanonovo, feliz2017 – não utilizamos #réveillon para evitar depoimentos em outras línguas), a E.life armazenou um database de mais de 48 mil imagens e depois utilizou seu algoritmo de reconhecimento de logos para identificar e analisar em fotos compartilhadas no Instagram as bebidas que mais apareceram durante a virada. Graças à tecnologia Brand Logo Detection, da E.life, não era necessário a marca ser citada, bastando que a bebida estivesse presente dentro da foto compartilhada.

A categoria de cerveja foi a campeã disparada de consumo, com mais de 40 mil logos identificados (uma imagem pode conter mais de um logo), seguida por vinhos (12.765 identificações), refrigerantes (8.609) e só então espumantes, que ganharam uma classificação especial por serem símbolo da época e que tiveram 7.329 menções.

 

Número de logos identificados por categoria:

pasted-image-0

Base: 48.049 casos

 

tyjtyjyhtyhtyhjoijoijojomfoivntriobn

Algumas das imagens coletadas pelo Brand Logo Detection.

 

Outra categoria que se destacou foi a de uísque, além de novidades, como a Catuaba.

Dentro de cervejas, destaque para Heineken (4.629 aparições ) e Skol (4,315 ocorrências), cujas marcas aparecem em momentos de consumo com amigos.

A Vinícola Concha y Toro foi destaque com seu rótulo Casillero del Diablo, presente em mais de 12 mil imagens.

Outra percepção possível foi de consumo associado, onde Jack Daniel’s se destaca, misturado principalmente a Coca-Cola (4.820 casos).

A identificação de logos é possível não somente para o segmento de bebidas, mas para uma série de situações, como times de futebol, marcas de esporte, automóveis, bancos, bens de consumo e permite identificar além de situações de consumo, como associações que são feitas com as marcas e onde elas se inserem na Jornada do Consumidor.

 

Saiba mais sobre a tecnologia Brand Logo Detection:

A Brand Logo Detection identifica, por meio de API, os logotipos de produtos e empresas em fotos publicadas em qualquer rede social com imagens indexáveis, mesmo que não seja citado o nome da marca na descrição ou em hashtags e marcações.

A tecnologia analisa mais de 1 milhão de imagens por vez sem a ajuda humana, expandindo a possibilidade de engajamento e as buscas no canal para além de termos associados à marca. O domínio das pesquisas é ampliado para momentos onde a marca está presente, mas não é citada. Exemplo: monitorando #happyhour, #churrasco, #balada no Instagram, podemos criar um relatório de share of voice das marcas de cervejas que mais aparecem nas imagens.

Como a Brand Logo Detection pode ser útil?

  • Aumentando as oportunidades de interação em tempo real ao ampliar as buscas por hashtags que remetem ao domínio da marca, mesmo que a marca não seja citada.
  • Saindo do conceito de touchpoints (pontos de contato) e explorando a jornada do consumidor.
  • Criando índices de compartilhamentos sobre a marca ou concorrentes, sem depender de termos de monitoramento.
  • Encontrando influenciadores que estão usando sua marca, mas sem citá-la, para futuras ações.