Shopping Actions: praticidade para clientes e lojistas

Publicado por

Publicado a 29 de outubro de 2018


Em março deste ano, a Google introduziu um carrinho de compras universal compartilhado entre o Google Assistant e a sua plataforma de pesquisa (search). Visando as festividades de fim de ano, a empresa anunciou parcerias com grandes marcas, como a americana Best Buy e também com a Nike e a Sephora, ambas com filiais brasileiras.

A parceria da Google com varejistas online acirrou o antagonismo da gigante com uma concorrente de peso, a Amazon. Os negócios que participam das Shopping Actions podem ter seus produtos expostos quando os usuários fazem compras por voz e isso incentivará as vendas de fim de ano por meio da voz.

Selecionamos 3 aspectos que mostram porque as Shopping Actions são a tendência para as compras ao longo dos próximos anos:

 

1. Experiência de compra simplificada

 

O Assistant simplifica a experiência do usuário com um carrinho de compras universal, checkout instantâneo e dados de pagamento salvos. Dessa forma é possível intercalar compras entre o Google Search, o Assistant e o serviço de compras Google Express, em qualquer dispositivo, seja ele móvel, desktop ou um home device.

Outros recursos incluem reordenamento rápido e recomendações personalizadas com o objetivo de obter clientes fiéis, bem como listagens patrocinadas.

 

2. Crescimento de compras por Shopping Actions

Desde seu lançamento no início do ano, a Google notou 7 vezes mais inclusões de Actions para compras. Enquanto isso, com o lançamento do Google Home Hub e outros Smart Displays ao longo do ano, o Assistant está pronto para ganhar mais opções onde as compras estarão disponíveis.

A Best Buy está disponível no Google Express, enquanto usuários podem usar o Assistant para fazer pedidos, checar o status de compra e encontrar o horário da loja. Já a Nike é a primeira marca de calçados e vestuário a participar das Actions de compra na Google.

Até o fim do mês, clientes poderão encontrar e comprar produtos da Nike diretamente nas plataformas da Google, tanto por meio da pesquisa tradicional quanto por comandos de voz.

Já a parceria com a Sephora é um exemplo de integração com programas de recompensas, os quais permitem que os compradores ganhem pontos, assim como solicitem entregas noturnas, o que reflete uma tendência de compras de última hora.

 

3. Vantagens para os varejistas

Além de uma base de clientes satisfeita, os negócios veiculados às Actions são priorizados no feed personalizado do usuário. Isso permite que os varejistas aumentem sua exposição e número de vendas por comandos de voz.

Outro ponto é que o processo de vendas é praticamente gerenciado pela própria Google. A empresa atua como uma “vendedora” online, enquanto o varejista precisa apenas se preocupar com os trâmites de pedidos, entregas e pagamentos.

Se lembrarmos de outros serviços da Google – como o Ads, cujo sistema é PPC (pay-per-click), ou seja, o anunciante paga quando o anúncio recebe cliques – veremos outra vantagem em utilizar um sistema como o Shopping Actions, cujo pagamento ocorre por vendas (PPS (pay-per-sale)).

 

Deseja saber mais sobre Google Assistant e Google Actions?

 


 

Débora Oliveira

Designer de Conversas na E.life

 

Traduzido e adaptado de: 9to5Google